Alunos do 9º ano e do 3º ano do ensino médio retornam às aulas presenciais
Educação

Alunos do 9º ano e do 3º ano do ensino médio retornam às aulas presenciais

Alunos do 9º ano e do 3º ano do ensino médio retornam às aulas presenciais

Alunos do 9º ano e do 3º ano do ensino médio retornam às aulas presenciais

Também voltam às escolas estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental de cidades que estão na onda vermelha do plano Minas Consciente

A retomada das atividades presenciais nas escolas da rede pública estadual de ensino de Minas Gerais tem continuidade a partir desta segunda-feira (12/7).

A data marca a volta às salas de aula de alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental de escolas localizadas em municípios na onda vermelha do plano Minas Consciente. Também estão retornando aos prédios escolares alunos do 9º ano do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio de unidades de ensino localizadas em municípios que estão na onda amarela ou verde.

Todas as unidades de ensino que estão retomando as atividades presenciais estão localizadas em municípios em que as prefeituras não apresentaram nenhuma restrição ao retorno. 

Secretaria de Estado de Educação (SEE-MG) ressalta que o processo de retomada está sendo feito com todo cuidado, segurança e respeitando rigorosamente os protocolos sanitários da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG)

Vale sempre lembrar que o retorno das escolas da rede estadual de Minas é seguro, gradual, híbrido, facultativo e foi planejado, com todo o cuidado, para garantir o cumprimento dos protocolos sanitários e transmitir a segurança e confiança necessárias a alunos, funcionários, pais e responsáveis.

“A SEE já vem planejando a retomada das atividades presenciais desde o ano passado. É muito importante que os estudantes recuperem o vínculo com a escola. Eles irão iniciar as atividades e terão reforço ao que vêm aprendendo no ensino remoto. A partir de agora, a cada 14 dias, avaliaremos a possibilidade de retorno de mais um ano de escolaridade”, destaca a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Izabella Cavalcante Martins.

Momento aguardado

Animados, pais e alunos da Escola Estadual Celmar Botelho Duarte, no Bairro Providência, em Belo Horizonte, estavam ansiosos pelo retorno, acompanhado de perto pela secretária de Estado de Educação de Minas Gerais, Julia Sant’Anna, que visitou a unidade de ensino na tarde desta segunda-feira.

Já na porta da unidade de ensino foi possível verificar como a comunidade escolar aguardava por esse momento. “Seguros, felizes e muito animados. Muito bom ver cada um dos estudantes aqui”, disse Julia. A secretária também visitou as salas de aula e pôde ver como estavam organizados os espaços. “Como está a animação de vocês? Muito grande?”, questionou os alunos da sala do 1º ano do ensino fundamental. “Deste tamanho!”, responderam os estudantes esticando os braços para demonstrar como estavam empolgados.

A escola organizou um retorno escalonado, com seis alunos por sala de aula. No total, 109 alunos informaram o interesse no retorno das atividades na unidade. “Está sendo uma grande alegria para nós receber esses estudantes na escola. Foi uma expectativa também muito grande, mas uma segurança também, que a Secretaria nos proporcionou, estamos com todos os protocolos cumpridos. Então, temos a certeza de que o retorno é gradual e seguro”, afirmou a diretora Cláudia Aparecida Pereira.

Reforço no ensino médio

Na Escola Estadual Oswaldo Lucas Mendes, em Taiobeiras, retomaram às atividades presenciais os alunos do 3º ano do ensino médio. Muitos dos estudantes estão se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), como é o caso da aluna Fabiana Braga. “Achei o retorno das aulas bom. Vai me ajudar no Enem e estamos tendo mais um suporte com as atividades”, destaca a estudante.

Josiely Barbosa conta que vai aproveitar os momentos presenciais para tirar dúvidas. “Estou me preparando para o Enem e esse retorno presencial é importante para me ajudar a esclarecer algumas dúvidas”, afirma.

Outra aluna do 3º ano do ensino médio, Camily Brito diz o que achou do primeiro dia na escola. “Estou achando o retorno muito bom para melhorar minha aprendizagem. Está tudo muito perfeito”.

Já Clara Machado ressalta que a escola está segura e seguindo os protocolos. “Está tudo bem demarcado. Todos usando máscara e seguindo as regras de distanciamento”.

Ansiedade

Antes do retorno das atividades presenciais na Escola Estadual José Gomes Junqueira, em Uberlândia, foi realizada uma reunião com pais e alunos sobre retomada e  protocolos implementados na escola.

Hoje, ao chegar na unidade, a aluna do 9º ano do ensino fundamental, Maria Isabel Barros Moreira Nerim, ficou surpresa com as mudanças. “A última vez que tinha entrado na escola foi no início do ano passado. Agora está bem diferente. Logo na entrada temos que fazer uma fila, têm marcações no chão, álcool em gel para todos os lados. Dá para ver que estão tomando todos os cuidados e que a escola está cuidando de nós”, afirma.

Já Beatriz Silva Costa fala da ansiedade para voltar à escola. “Essa noite eu não dormi. Queria muito voltar e encontrar os professores e colegas. Eu estava conseguindo estudar no ensino remoto, mas presencial é bem melhor”, destaca a aluna do 9º ano do ensino fundamental.

A rotina das atividades presenciais também fez falta para Sofia Fernandes, aluna do 9º ano do ensino fundamental. “Minha expectativa é que esse retorno seja muito bom. Estava sentindo falta de tudo. Foi bem difícil me acostumar com a distância”, conta.

Segurança

Não só os alunos estavam ansiosos pelo retorno. Na Escola Estadual Doutor José Americano Mendes, em Taiobeiras, o professor de matemática, Hélio Joaquim da Silva, também estava torcendo para o início das atividades presenciais. “Essa retomada será o pontapé para o reinício. Fazia muito tempo que não víamos essas carinhas por aqui. Estávamos muito ansiosos para esse dia chegar. Sabemos que ainda requer muito cuidado, mas percebemos que a SEE/MG tem tido uma preocupação muito séria em relação aos protocolos. A escola fez todas as adequações necessárias”, ressalta.

Este é o primeiro ano do aluno Isac Silveira Cruz, do 9º ano do ensino fundamental, na escola. Ele fala sobre a impressão que teve. “Eu já achava que ia estar tudo bem organizado, mas me surpreendi porque está melhor do que esperava. Estou me sentindo muito seguro aqui na escola”.

Pérola Morais Freitas também aprovou as adequações realizadas pela unidade de ensino. “A escola está bem sinalizada, todo mundo usando máscara e respeitando o distanciamento. Também tem estoque de álcool em gel em todas as partes”.

Municípios na onda vermelha

A ampliação da retomada das atividades presenciais nas escolas estaduais inclui também municípios que se encontram na onda vermelha do plano Minas Consciente. Nestas unidades, voltam para as salas de aula alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Em Belo Horizonte, uma das unidades de ensino que recebeu os estudantes é a Escola Estadual Professor Batista Santiago.

A professora Franciele Aparecida Nepomuceno, regente de turma do 4º ano, descreve o reencontro com os estudantes. “É muito satisfatório e estou muito feliz em rever os alunos. Para nós esse contato é muito importante e sabemos que a atividade presencial estava fazendo falta para os alunos também. Estou bastante otimista e sei que, tomando todos os cuidados, vai dar tudo certo”.

Ensino híbrido

No modelo de ensino híbrido implementado pela SEE/MG há alternância entre o atendimento presencial e o remoto. 

Em uma semana, os estudantes participam de atividades na escola e, na semana seguinte, as unidades de ensino não têm atividades presenciais e os professores fazem o atendimento pelo aplicativo Conexão Escola. 

Já na outra semana, as atividades voltam a ser presenciais e assim por diante. 

Todas as escolas aplicaram um checklist criterioso para o cumprimento dos protocolos sanitários, garantindo o distanciamento necessário, os cuidados com a limpeza do local e a disponibilização de itens de proteção individual, limpeza e higiene.

As atividades pedagógicas presenciais estão sendo ministradas com o objetivo de fortalecer a aprendizagem de acordo com a necessidade da turma. 

Durante as atividades presenciais, o estudante tem a oportunidade de interagir e compartilhar os conhecimentos alcançados durante o Regime de Estudo não Presencial e obter suporte pedagógico para desenvolver as habilidades ainda não consolidadas. 

Mesmo com as atividades presenciais, o Regime de Estudo não Presencial continua sendo disponibilizado pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais aos estudantes.

Estudo presencial  

Para verificar quais unidades de ensino estão com as atividades presenciais autorizadas basta acessar o site da SEE/MG: www.educacao.mg.gov.br

Na aba destinada à retomada está disponível a listagem de municípios e escolas autorizadas a retomarem as atividades pedagógicas presenciais.

É importante lembrar também que o contato com a direção da escola é fundamental para todos os esclarecimentos necessários.

Educação

Mais notícias da Categoria Educação

Escolas estaduais abrem vagas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA)

Escolas estaduais abrem vagas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA)

Caio Romano 26/07/2021
Unidades da Epamig são credenciadas para ensino superior

Unidades da Epamig são credenciadas para ensino superior

Caio Romano 26/07/2021
Nota para rádio 19/07/2021

Nota para rádio 19/07/2021

Caio Romano 19/07/2021
Plano de volta às aulas presenciais terá três fases

Plano de volta às aulas presenciais terá três fases

Caio Romano 12/07/2021
Educação e FCU alinham ações por uma cidade antirracista

Educação e FCU alinham ações por uma cidade antirracista

Caio Romano 08/07/2021
Professores de todo o Brasil podem fazer formação gratuita pelo WhatsApp para construir seus projetos de vida

Professores de todo o Brasil podem fazer formação gratuita pelo WhatsApp para construir seus projetos de vida

Caio Romano 06/07/2021