Indicadores do turismo em Minas registram crescimento
Turismo

Indicadores do turismo em Minas registram crescimento

Indicadores do turismo em Minas registram crescimento

Indicadores do turismo em Minas registram crescimento  

Com avanço na vacinação e retomada segura das atividades, setor volta a atrair visitantes e a movimentar a economia

A edição de setembro do relatório “Panoramas e Tendências para o Turismo em Minas Gerais Pós Covid-19” já está disponível no site do Observatório do Turismo de Minas Gerais (OTMG), entidade de pesquisa coordenada pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult). O volume 16, que faz parte da série homônima, traz como destaque o crescimento de todos os indicadores de monitoramento da atividade turística em Minas Gerais.
 
Um exemplo é o saldo de empregos formais do Turismo, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em julho, o número foi o maior do ano e o segundo mais alto desde o início da pandemia de covid-19. Naquele mês, foram gerados 4.759 empregos.

A partir dos números do Caged, o relatório do OTMG registrou 356.261 postos de trabalhos estimados em julho. Os setores mais representativos foram os de alimentação, responsável por 55% do saldo total de empregos formais, ou 2.640 empregados, enquanto o de comércio e serviços registrou 21%, ou 1.005 postos criados.
 
“Todos os indicadores mais recentes do turismo em Minas apresentaram crescimento expressivo em comparação a resultados anteriores neste ano. Esse avanço, que em nosso estado foi o maior entre as demais Unidades da Federação, gerou também aumento no número dos postos formais de trabalho no turismo, o que é fundamental para fazer a economia girar e para estimular a recuperação de outros setores”, diz Leônidas Oliveira, secretário de Estado de Cultura e Turismo.
 
Atrativos
 
Ele também destaca que o cenário positivo demonstra que Minas Gerais está no caminho certo com a articulação de ações de vários segmentos, como a evolução da vacinação aliada às medidas de fomento ao setor e à retomada gradual, planejada e segura das atividades turísticas, com incentivo principal ao turismo de liberação. “Nosso estado concentra grandes atrativos turísticos dentro das tendências de turismo pós-pandemia, com destaque para o ecoturismo, o turismo rural, de aventura e de natureza, além do turismo cultural”, completa o secretário.
 
O relatório publicado pelo OTMG também aponta um cenário de estímulo às viagens para os próximos meses. Em julho, o fluxo de aeronaves nos aeroportos de Minas Gerais foi o segundo maior desde o início da pandemia, conforme dados divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Foram 6.645 voos registrados no mês. Já o número de passageiros também apresentou alta, registrando, para o período, 699.833 pessoas, de acordo com a Anac.
 
A publicação também indica intenção das companhias aéreas de retomarem 100% dos voos domésticos. Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear), a expectativa das empresas é que, até junho de 2022, embarques e desembarques nacionais retomem os números observados antes do início da pandemia. Já voos internacionais devem continuar em menores quantidades devido às medidas sanitárias impostas por países.
 
Com relação à ocupação em hotéis, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-MG), a taxa de ocupação hoteleira na capital mineira em julho teve crescimento de 9,7 pontos percentuais em comparação a junho, e de 20,5 pontos percentuais em relação a julho de 2020, ficando em 42,1% de ocupação.
 
Retomada segura 
 
Esta evolução registrada se relaciona com as ações de estímulo à retomada gradual e segura do turismo no estado, como o Programa Reviva Turismo, iniciativa do Governo de Minas Gerais, por meio da Secult.
 
As atividades turísticas em Minas Gerais vêm tendo sólido crescimento nos últimos meses, como o que mostrou a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que coloca Minas com o melhor desempenho nacional no Índice de Atividades Turísticas (Iatur). 
 
Entre maio e junho deste ano, o estado apresentou crescimento de 19,7% no volume das atividades do setor. O índice de Minas é o maior entre todas as Unidades da Federação (UFs) e, também, acima da média nacional, que teve crescimento de 11,9% no período. As UFs que estão em segundo e terceiro lugares no Iatur são o Ceará, com 16,7%, e o Distrito Federal, que acumulou 14,4% das atividades turísticas.
 
Em relação ao valor arrecadado no mesmo período, os meses de maio e junho, Minas Gerais também apresentou o melhor resultado entre os estados. As atividades turísticas em terras mineiras tiveram crescimento de 26% entre maio e junho, superior aos resultados de outras UFs, como Santa Catarina (12,1%) e Bahia (11,4%) e também ao resultado nacional, que foi de 6,2%.
 
Vacinação
 
O relatório traz, também, dados relevantes sobre a vacinação contra covid-19 em Minas Gerais. Agosto foi o mês com maior volume de entregas de imunizantes ao estado, que somou 23.5253.880 doses. Até 31/8, foram aplicadas 18.876.303 doses, sendo 13.087.336 imunizados com a primeira dose. Já 5.788.967 de pessoas já foram imunizadas com a 2ª dose ou dose única.
 
A partir desse cenário, houve queda nos indicadores de disseminação do vírus em Minas Gerais, o que pode influenciar positivamente a retomada da atividade turística no estado, e esse cenário de vacinação em massa da população está relacionado à retomada segura das atividades turísticas em Minas, como já foi apontado em edições anteriores do documento.
 
Perfil dos viajantes
 
A publicação do Volume 16 do Panoramas e Tendências reúne um compilado sobre o perfil dos viajantes. Segundo o relatório do OTMG, cada vez mais pessoas têm se sentido seguras para realizar viagens, graças ao avanço da vacinação. De acordo com o Índice de Princípios do Viajante do Expedia Group, 72% dos consumidores planeja realizar alguma viagem nos próximos 12 meses.
 
O relatório indica, ainda, os diferentes perfis de viajantes e as variadas opções de destinos a escolha de cada um. Entre os resultados, 81,13% dos entrevistados em pesquisa feita pela Elo e Trvl Lab têm como propósito de viagem o descanso e o relaxamento.
 
Acesse as versões completa e resumida do Relatório Panoramas e Tendências para o Turismo em Minas Gerais Pós Covid-19.

Turismo

Mais notícias da Categoria Turismo

Governo Municipal reabre Mata do Ipê nesta terça, Dia da Árvore; confira a programação

Governo Municipal reabre Mata do Ipê nesta terça, Dia da Árvore; confira a programação

Caio Romano 20/09/2021
Governo anuncia mais R$ 25 mi para retomada de atividades turísticas

Governo anuncia mais R$ 25 mi para retomada de atividades turísticas

Caio Romano 15/09/2021
Celebration Resort Olímpia ganha apartamento tematizado para motociclistas

Celebration Resort Olímpia ganha apartamento tematizado para motociclistas

Caio Romano 17/08/2021
Grupo Ferrasa lança em Olímpia/SP o Hot Beach Suites

Grupo Ferrasa lança em Olímpia/SP o Hot Beach Suites

Caio Romano 17/07/2021
Mais um resort em Olímpia, Grupo Ferrasa entrega Hot Beach Suites

Mais um resort em Olímpia, Grupo Ferrasa entrega Hot Beach Suites

Caio Romano 17/07/2021
Zé Neto & Cristiano faz live e grava músicas inéditas no Hot Beach Olímpia

Zé Neto & Cristiano faz live e grava músicas inéditas no Hot Beach Olímpia

Caio Romano 17/06/2021